"A liberdade de imprensa é a permissão de qualquer aleijado bater-se com um professor de esgrima." (Luís da Câmara Cascudo)

Da autonomia em política - Cornelius Castoriadis

A filosofia não é filosofia se não expressa um pensamento autônomo. Que significa autônomo? Isto é autônomo, "que se dá a si mesmo sua lei". Em Filosofia, está claro: dar-se a si mesmo sua lei, quer dizer estabelecer as questões e não aceitar autoridade alguma. Pelo menos a autoridade de seu próprio pensamento prévio.

O poder na era das redes sociais

A comunicação de masas é aquela que tem o potencial de chegar ao conjunto da sociedade e é caracterizada por uma mensagem que vai de um a muitos, com interatividade inexistente ou limitada. Autocomunicação de massas é aquela que vai de muitos para muitos, com interatividade, tempos e espaços variáveis, controláveis.

Hayek contra Keynes: o debate do século

As linhas divisórias que hoje cruzam pensamento econômico devem muito a este debate. Por exemplo, a análise do papel do Estado e da política na gestão econômica depende essencialmente desta polêmica.

O Califado contra o resto do mundo

Quem ganha e quem perde com o novo realinhamento geopolítico no Médio Oriente?

Colapso do petróleo e do sistema financeiro ameaça expropriar os fundos de pensão

Desde os resgates bancários de 2008 houve um debate produtivo sobre a necessidade de mudar o sistema e evitar os monstros bancários "grandes demais para falir", que tiveram que ser resgatados pelos governos.

sábado, 2 de abril de 2011

Os Estados Unidos Devem liderar, não dominar

           Com sua dominação econômica, política e militar os Estados Unidos estão vivendo um momento único na história humana . Mas, em 30 anos, a economia chinesa poderá ser tão grande ou maior do que a americana. A economia indiana ou brasileira também poderão crescer da mesma forma. A União europeia unida política e economicamente se tornará mais influente ainda, ou seja, vivemos em um mundo interdependente, cabendo no momento aos Estados Unidos, por ser ainda a maior economia o papel apenas de aprender a dialogar com as outras nações sem dominá-las.
             A melhor coisa que os Estados Unidos poderiam fazer seria se tornarem um exemplo inteligente do mundo por meio da assistência material sem presunção moral

Tortura: Nunca mais

           Diz o artigo 5 da declaração universal dos direitos humanos, assinada pelo Brasil, que "ninguém será submetido à tortura ou castigo cruel, desumano ou degradante".
          Em 20 anos de regime militar, esse princípio foi ignorado pelas autoridades brasileiras.A pesquisa do projeto "Brasil: nunca mais" (1964-1979) mostrou quase uma centena de modos diferentes de tortura mediante agressão física, pressão psicológica e utilização dos mais variados instrumentos, aplicados como o pau-de-arara, o choque elétrico, o afogamento, o uso de produtos químico etc.
            Durante a ditadura militar, a tortura foi utilizada em pessoas de todas as idades, sexo ou situação física e psicológica. Assim, as crianças as crianças foram sacrificadas diante dos pais, mulheres grávidas tiveram seus filhos abortados, esposas sofreram para incriminar seus maridos.
          O emprego da tortura foi peça essencial da engrenagem repressiva posta em movimento pelo regime militar que se implantou em 1964. 

Relação de direitos sociais

           Relação dos direitos sociais: são direitos sociais os direitos à educação, à saúde, ao trabalho. ao lazer, à segurança, à previdência social, à proteção à maternidade e à infância, à assistência aos desamparados


  •                                                                                             
  •  será que todos os cidadãos da terra têm esses direitos assegurados?

Subcidadania: a exclusão social no Brasil

              No início do século XXI, o Brasil é um dos campeões mundiais da desigualdade social.
              Democrática na aparência, a sociedade brasileira ainda é essencialmente cruel e autoritária. Nosso conceito de democracia é extremamente limitado, restrito principalmente ao plano jurídico, expressando-se em frases pomposas, como todos são iguais perante a lei ou todo cidadão tem direito ao voto.
              No fundo, a democracia não chegou à vida cotidiana da população . Não democratizamos o acesso ao saber, à riqueza, à saúde, às condições materiais mínimas para uma vida digna.
                Vivemos, na prática, um grande apartheid social. De um lado, uma elite ostentando um padrão de vida de primeiro mundo e usufruindo os direitos democráticos. Do outro, uma enorme massa de subcidadãos subnutridos.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Canções de protesto: um estilo na música popular brasileira

                                                                 (Geraldo Vandré)

           Muitos intelectuais e artistas brasileiros procuraram utilizar seus espaços de atuação para protestar contra o autoritarismo. Foi o caso por exemplo, do cantor e compositor Geraldo Vandré,que no III festival internacional da canção, realizado no Rio de Janeiro em 1968, apresentou a música pra não dizer que não falei das flores. A música foi classificada em segundo lugar no festival e, posteriormente, considerada subversiva pelos militares. No entanto, conquistando o público jovem, principalmente os estudantes universitários, a canção de Vandré difundiu-se pelo país e tornou-se um hino de contestação à ditadura. 

As músicas da atualidade servem pra quê?

O TRABALHO ILEGAL

         A luta contra o trabalho infantil é mundial. As frequentes denúncias contra produtos que exploram a mão-de-obra de crianças atingem empresas que toleram essa prática.
        No Brasil uma das iniciativas pioneiras no combate ao trabalho infantil foi a dos empresários fabricantes de brinquedos, que organizaram a fundação Abrinq pelos direitos das crianças em fevereiro de 1990.As empresas participantes receberam um selo atestando  que baniram a mão-de-obra infantil em qualquer etapa de sua produção.
         O problema do trabalho infantil atualmente registra-se mais intensamente na produção de carvão vegetal no Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, onde centenas de crianças trabalham nas mais duras condições. Esse carvão é usado nos fornos da maioria das usinas siderúrgicas para a fabricação de chapas de aço e produtos de ferro fornecidos para a indústria automobilística, de ferramentas, esponjas de aço e diversos produtos eletrodomésticos.
          Vários programas sociais criados pelos governos deparam-se com falta de verbas para atender todas as necessidades. Apesar de tudo o programa de erradicação do trabalho infantil (peti) atendeu mais de 500 mil crianças do Brasil

Zilda Arns / como prevenir a violência dos adolescentes

Quando deparo com as notícias sobre crimes hediondos envolvendo adolescentes, fico profundamente triste e constrangida. Esse caso é a consequência da baixa valorização da prevenção primária da violência por meio das estratégias cientificamente comprovadas, facilmente replicáveis e definitivamente muito mais baratas do que a recuperação de crianças e adolescentes que cometem atos infracionais graves contra a vida.
Talvez sela porque a maioria da população não se deu conta e os que estão no poder nos três níveis não estejam conscientes de seu papel histórico e de sua responsabilidade legal de cuidar do que tem de mais importante a nação: as crianças e os adolescentes, que são o futuro do país e do mundo.
A construção da paz e a prevenção da violência dependem de como promovemos o desenvolvimento físico, social, mental, espiritual e cognitivo das nossas crianças e adolescentes, dentro do seu contexto familiar e comunitário. Trata-se portanto, de uma nação intersetorial, realizada de maneira sincronizada em cada comunidade com a participação das famílias, mesmo que estejam incompletas ou desestruturadas.
A prevenção primária da violência  inicia-se com a construção de um tecido social saudável e promissor, que começa antes do nascer, com um bom pré-natal, parto de qualidade, aleitamento materno exclusivo até seis meses, vacinação, vigilância nutricional, educação infantil, principalmente propiciando o desenvolvimento e o respeito à fala da criança, o canto, a oração o brinquedo, uma educação para a paz e a não violência.
Para prevenir o agravamento da violência, o judiciário deveria prever estratégias para ir ao encontro das comunidades pobres. 

Zilda Arns fundadora da pastoral da criança


quinta-feira, 31 de março de 2011

Câmara Cascudo: vida e obra

       Luís da Câmara Cascudo nasceu em natal, no dia 30 de outubro de 1898, vindo a falecer a 30 de julho de 1986, em sua residência particular, na cidade onde nasceu. Filho de pai rico,Cascudo teve uma infância privilegiada, começando a escrever na imprensa a partir de 1917, e mais intensamente aos dezenove anos, no jornal fundado por seu pai, o coronel da guarda nacional, Francisco Cascudo, para que o filho e os seus amigos tivessem um órgão onde divulgar suas ideias.
       Aos 40 anos de idade, depois de haver publicado aproximadamente 15 trabalhos, entre livros de história e de crítica literária, Cascudo publica seu primeiro livro de folclore, vaqueiros e cantadores, que se tornaria, desde logo um clássico, na bibliografia do folclore brasileiro. A partir de então, a par de novos livros de história e literatura, Cascudo daria início à construção de sua vasta obra, no campo da cultura popular.Depois de vaqueiros e cantadores viriam literatura oral, dicionário do folclore brasileiro, cinco livros do povo, todos da maior importância para a cultura nacional, um universo de 70 livros que o mestre publicou, somente na área do folclore.
       O que mais admira em Câmara Cascudo não é apenas a sua vasta bibliografia, compreendendo aproximadamente 150 livros, mas a maneira como ele a construiu, sozinho, num estado pobre, desprovido de maiores recursos bibliográficos e estudiosos do mesmo gênero literário que ele escolheu para trabalhar a cultura popular, com quem pudesse dialogar.Só um gênio seria capaz dessa façanha.

O crescimento econômico na África, desafios e perspectivas.

           Nos três anos anteriores a recessão global, os países africanos alcançaram um crescimento médio anual de cerca de 6%. O crescimento foi maior na África oriental (8,2%), seguindo-se a austral (6,7%), a ocidental (5,5%), o norte da África (5,4%)  e África central (4,9%).Nos países exportadores de petróleo, Angola e a Guiné Equatorial registraram o maior crescimento.Neste período, a maioria dos países africanos registraram um crescimento anual médio de 5% ou mais,e o PIB per capita cresceu pelo menos 2,5%. Houve porém algumas exceções, com um crescimento muito menor e com uma estagnação ou declínio do PIB per capita. No Zimbábue, os problemas econômicos e políticos continuam com a inflação galopante a provocar uma crise monetária. 

quarta-feira, 30 de março de 2011

As inovações de Tarsila

        Estrela do modernismo nas artes plásticas que deixou para trás a arte bem-comportada que se fazia em sua época e também encheu os quadros de figuras bem brasileiras,a pintora paulista Tarsila do Amaral (1886-1973)inovou a arte no brasil,antes dela não se fazia nada parecido com O vendedor de frutas e estrada de ferro  central do Brasil.
        Tarsila foi fortemente influenciada pelas inovações do surrealismo e do cubismo que havia visto em viagem à Europa.
                                                     (O vendedor de frutas)

 Seu famoso Abapuru ,pintado em 1928 e leiloado em 1995 por 1,3 milhão de dólares,o maior valor já pago por uma tela brasileira.

terça-feira, 29 de março de 2011

Morre Ex-vice-presidente José Alencar

José Alencar Gomes da Silva(Muriaé-MG,17 de outubro de 1931- São Paulo 29 de Março de 2011),foi um empresário e político brasileiro.
Foi senador do estado de Minas Gerais e vice-presidente do ex-presidente Lula nos dois mandatos deste.
Foi um dos maiores empresários do estado de Minas Gerais .Construiu um império no ramo têxtil,sendo a coteminas sua principal empresa.
José Alencar possuía um delicado histórico médico.A partir do ano 2000 ,enfrentou um câncer na região abdominal,tendo passado por mais de 15 cirurgias.

MORTE de José Alencar! 29/03/2011

Juventude ameaçada

               O crescimento da aids,o aumento da criminalidade e a escalada das drogas representam grave ameaça à juventude no limiar do novo milênio.O diagnóstico ,sombrio,consta de relatório feito pela organização mundial de saúde (OMS).
            Para muitos jovens,"especialmente os que crescem em zonas urbanas pobres,os anos da adolescência serão os mais perigosos da vida",sublinha o documento,o crescimento da aids pode comprometer os progressos na área da saúde infanto-juvenil feitos nas últimas décadas.
Gravidez precoce,aborto,doenças sexualmente transmissíveis,aids e drogas compõem trágica equação que ameaça destruir o sonho brasileiro.
               Dados do sistema único de saúde (SUS) indicam que 54% das adolescentes sem escolaridade já ficaram grávidas.Também é um erro acreditar que com mais informações e acesso aos preservativos se evitem os "comportamentos perigosos".De fato,pesquisas citadas pela time revelam que adolescentes bem-informados continuam tendo condutas sexuais de alto risco.Na verdade, as campanhas de educação sexual ,nos Estados Unidos e aqui no Brasil,não tem sido capaz de neutralizar a influência causada pela onda da hipersexualização e vulgaridade que tomou conta de boa parte da programação de tv.
            Ao longo dos últimos anos,houve uma revolução mundial no modo de captar os valores morais,seguida de mudanças profundas na maneira de agir das pessoas.
Os meios de comunicação social,particularmente a televisão,tiveram e continuam tendo papel importante neste processo de transformação individual e coletiva,na medida em que introduzem e refletem novas atitudes e estilos de vida.
                  A falência da educação, a desestruturação familiar e a ausência de referências morais abandonam crianças e adolescentes aos cuidados da TV.Na opinião,quase unânime,de psicólogos e educadores,a babá eletrônica está longe de ser a melhor companhia para as crianças e os adolescentes.
Aberrações e situações patológicas,apresentadas num clima de normalidade,bombardeiam a programação da tv.E o excessivo apelo sexual já não se limita ao horário destinado ao público adulto.
                  O poder está vinculado à responsabilidade.A televisão ,poderosa e influente,necessita ter algumas balizas éticas operativas,sem as quais ela se torna uma promotora da decomposição moral da sociedade.
               O resgate da juventude,não duvidemos,passa pela recuperação da famália,da educação e por um sério investimento na ética da comunicação.

                       (O estado de São Paulo,27/5/1998) 

Após mais de 10 anos da publicação dessa reportagem será que alguma coisa mudou?A educação recebeu investimentos?E a programação da tv mudou?


Trabalho infantil no Brasil

Os determinantes da participação de crianças na força de trabalho indica cinco evidências principais.
  1. a participação das crianças na força de trabalho-entendida como a proporção de menores de uma certa idade que estão ocupados ou procurando trabalho em relação em relação ao total das crianças daquela mesma faixa etária- cresce com a maior idade e é maior entre os meninos do que entre as meninas,ama das causas da evasão escolar.
  2. essa participação é maior entre aqueles de pele negra ou parda.
  3. a participação das crianças decresce com o nível das famílias onde estão inseridas .
  4. a taxa de participação de menores trabalhadores é maior na  área rural do que na urbana.
  5. finalmente,no caso do Brasil urbano-metropolitano,as taxas de participação são mais elevadas no sul e no sudeste do que no norte e nordeste.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Bastidores: Obama no Brasil

domingo, 27 de março de 2011

blogdoluizrodrigues: psicanálise froidiana

blogdoluizrodrigues: psicanálise froidiana: " Em 1900 no livro a interpretação dos sonhos,Freud apresenta a primeira concepção sobre a estrutura e f..."

lavagem de dinheiro

         Revista veja aponta que igreja universal e a record são inseparáveis,segundo a revista os valores repassados à emissora são cada vez maiores.Segundo reportagem posta na revista ,em 2006 foram R$220 milhões,outros R$ 320 em2007 e R$ 400 milhões em 2008.Pessoas ligadas a universal ocupam os principais cargos na emissora.É evidente os desvios de dinheiro proveniente da igreja universal para a rede Record,uma incansável "batalha" para chegar no primeiro lugar em audiência,que vai desde pesados investimentos em estrutura a ficar o tempo todo criticando a Globo que seria a principal concorrente no intuito de criar uma imagem de vilã da emissora carioca.