"A liberdade de imprensa é a permissão de qualquer aleijado bater-se com um professor de esgrima." (Luís da Câmara Cascudo)

terça-feira, 26 de junho de 2012

Empréstimos já representam metade do PIB, anuncia Banco Central


O volume de crédito do sistema financeiro alcançou a marca de 50% do Produto Interno Bruto (PIB). Segundo dados apresentados nesta terça-feira (26) pelo Banco Central (BC), o valor total passou de R$ 2,1 trilhões no mês de maio, o que corresponde ao crescimento de 18 % no intervalo de um ano.
Para 2012, o órgão estima que o crédito em relação ao PIB seja de 52%. O Departamento Econômico do BC defende que o crescimento do crédito no país tem sustentabilidade, pois acontece com base no aumento da renda e do emprego.
Relatório do Banco Internacional de Compensações (BIS) divulgado recentemente observou o rápido crescimento do crédito de várias economias emergentes. O Brasil, enquadrado entre os países analisados, chama atenção pelo nível de comprometimento das famílias e empresas com o pagamento das dívidas. O endividamento é um dos indícios que podem apontar para o risco do crédito no futuro.
O Banco alerta sobre o perigo dos desequilíbrios financeiros em decorrência da expansão dos créditos. Existe o risco de superação da capacidade das instituições financeiras de avaliar e processar os empréstimos.
Ainda de acordo com o Banco Central, a taxa de inadimplência das pessoas físicas e das empresas chegou a 6% em maio, o maior índice da série histórica iniciada em 2000.
De São Paulo, da Radioagência NP, Daniele Silveira.

0 comentários:

Postar um comentário