"A liberdade de imprensa é a permissão de qualquer aleijado bater-se com um professor de esgrima." (Luís da Câmara Cascudo)

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Especialista da ONU condena Israel por confinamento de crianças palestinas

O Especialista das Nações Unidas sobre a situação dos direitos humanos nos territórios ocupados palestinos, Richard Falk, condenou o uso por Israel de confinamento solitário contra crianças palestinas. Ele instou o Governo israelense para tratar crianças palestinas prisioneiros de acordo com leis internacionais de direitos humanos.


"O uso por Israel de confinamento solitário contra crianças viola flagrantemente as normas internacionais de direitos humanos", disse Falk, expressando sua indignação que Israel ainda impõe confinamento solitário punitivamente em greve de fome da criança. "No entanto, usando confinamento em solitária como um castigo para as crianças palestinas que desejam protestar pacificamente a sua situação, inclusive do início de uma greve de fome contra as condições de detenção, é um terrível abuso de prisioneiros infantis." 

"Esse padrão de abuso por parte de Israel é grave", disse o Relator Especial enfatizou. "É desumano, cruel, degradante e ilegal, e, mais preocupante, é provável que afetar a saúde física e mental dos detidos menores de idade." 


No mês passado, um garoto de 15 anos, palestino chamado Khaled foi colocada durante cinco dias na solitária, porque ele começou uma greve de fome. Em outro caso, um rapaz de 16 anos, foi colocado em confinamento solitário durante sete dias como um castigo por colocar uma bandeira palestina no seu celular. Outro menino de 16 anos, passou 12 dias em confinamento solitário durante o interrogatório no centro de interrogatórios Al Jalame. 

"Eu mais uma vez condenar operações severas de Israel de prisão e procedimentos, durante a qual as crianças palestinas são bem amarrados e olhos vendados," o perito independente, disse, recordando a sua * último relatório ao Conselho de Direitos Humanos. "As condições das prisões são muitas vezes deplorável, exigindo que as crianças dormem no chão ou em uma cama de concreto em uma cela sem janelas." 

0 comentários:

Postar um comentário