"A liberdade de imprensa é a permissão de qualquer aleijado bater-se com um professor de esgrima." (Luís da Câmara Cascudo)

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Alemanha: Desemprego cresce quatro vezes acima do previsto

Economistas auscultados pela Bloomberg e pela Reuters apontavam para um aumento de cinco mil desempregados na Alemanha. No entanto, o número de desempregados aumentou 21 mil. Apesar deste aumento, a taxa de desemprego é de 6,9%, um dos valores mais baixos desde a reunificação.
Desde há quatro meses que há um aumento do número de desempregados na Alemanha.
O número de desempregados na Alemanha aumentou para 2,963 milhões em maio. Trata-se de um aumento de 21 mil pessoas desempregados, quando a previsão era de um aumento de 5.000.
Desde há quatro meses que na Alemanha há um aumento do número de desempregados. Segundo o site eleconomista.es a economia alemã destruiu 2.000 postos de trabalho em fevereiro, 12.000 em março e em abril 6.000.
A taxa de desemprego continua porém em 6,9%, uma décima acima do valor mínimo da última década e um dos mais baixos valores desde a reunificação alemã.
Em declarações à Bloomberg, o economista Carsten Brzeski do ING declarou: “Isto é um sinal claro de aviso de que a crise da dívida está finalmente a afetar o mercado laboral alemão”.

0 comentários:

Postar um comentário