"A liberdade de imprensa é a permissão de qualquer aleijado bater-se com um professor de esgrima." (Luís da Câmara Cascudo)

sábado, 19 de julho de 2014

Insana oligarquia

O mais insano oligarquismo abatera-se sobre nós, o que sobrevive na adulação, o que se aproveita da fraqueza cultural permeada pelo jeitinho, amofinam a máquina estatal moderna na desgraça social. Dê ao mendigo o suficiente para enganar a fome e ele lhe agradece, temos a consciência de mendigos. Os aduladores do povo, que somente adula o povo, para fazer o contrário ao que este povo necessita e manter seu "sucesso" impedindo que a cidadania se erga.

Em um ambiente assim a política não floresce, o povo não cuida da coisa pública, o jovem se torna insano. O mais fácil da Administração pública: operar a burocracia encontra-se ineficaz no RN, haja vista o que disse a interventora na FUNDAC, Kalina Leite, que teve que desonerar algo em torno de 60 cargos comissionados da instituição; uma administração loteada de aduladores e, ainda disse que a instituição havia sido criada de maneira errada, com remanejamentos de "pessoas" de outras áreas, ou seja, apadrinhados. Os serviços públicos modernos não encontram a mínima eficiência por que a Administração é um objeto usado por uma massa que não adquiriu espírito público.

Escola só faz sentido para a vida pública; quando ela abriga quem não tem mais nenhuma bem-querença para com o público não há como exercer seu papel: colocar pessoas criativas na cena social. Essa escola forma maus mestres-professores, desligados da essência artística-cultural, a escola fica sem força, sem brilho, é um quarto de despejo de conteúdos desligados daquela rua de terra.

0 comentários:

Postar um comentário