"A liberdade de imprensa é a permissão de qualquer aleijado bater-se com um professor de esgrima." (Luís da Câmara Cascudo)

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Rolou a bola - Gols do PMDB



No domingo em que o futebol brasileiro volta para valer das férias e já com seus graves problemas "estruturais" e de falta de profissionalismo; por exemplo, o goleiro do Macaé fora agredido, supostamente, por uma torcida organizada do Flamengo e uma transmissão do Campeonato Paraibano pela TV Esporte Interativo não pode ser feita por que o presidente amador d Botafogo da Paraíba mandara que fosse suspensa na hora de começar o jogo; foi também o dia em que as casas legislativas do Congresso Nacional elegeram seus presidentes, nada de novidades, o PMDB "comanda" tudo.

Não houve pré-temporada, não sabemos se o Romário foi à concentração, mas o fato é que as casas do Congresso continuam presididas pelo PMDB e, no caso do Senado, Renam Calheiros preside-o pela 4ª vez, seguindo os caminhos de José Sarney, a quem tanto agradecemos pela seu "pendurar de chuteiras". Mas vão os aposentados e ficam os "profissionais".

Os discursos quase todos no mesmo tom, o da mudança, de cumpri a voz das ruas; Renan Calheiros chegou  falar do pacote de projetos aprovados em 2013 quando as ruas estavam repletas, tenta mostrar que fora eficiente, mas na verdade foi apenas medo; não nos enganemos, como disse o Deputado Chico Alencar em seu discurso antes da disputa, há várias bancadas de interesses restritos, bala, bola, cerveja, cachaça, ruralistas, fundamentalistas, etc., uma equipe que não se introsa a não ser para jogar para si própria.

Passadas as preliminares, resta-nos aguardar como vai se desenrolar as grandes promessas mencionadas por todos; será que teremos uma reforma política eficiente e feita no tempo certo por essa equipe? Ou ficaremos somente na promessa de jogo limpo? Façam suas apostas.

0 comentários:

Postar um comentário