Sen. Cristovam Buarque defende em Doha imposto global para educação


Enquanto a Fundação Catar, uma das maiores financiadoras de projetos educacionais do mundo, trabalha para desenhar um fundo internacional para colocar 67 milhoes de crianças na escola até 2015, o senador Cristovam Buarque (PDT-DF) tenta convencer a entidade a apoiar a criação de um imposto global para o setor.
Durante participação no World Innovation Summit for Education (Wise), em Doha, o parlamentar apresentou a proposta a dirigentes da entidade, ligada ao governo do Catar e responsável pela organização do congresso de educação, que termina hoje. Buarque defendeu que a entidade, com o apoio de outras organizações e alguns países, apresente a ideia na reunião Rio +20, no ano que vem. “E um evento com mais de 15 mil pessoas, muitos governos e organizações sociais”, relatou Cristovam.
A proposta do senador prevê a criação de uma taxa global – International Tax for Education (ITforE). Os recursos arrecadados no mundo inteiro iriam para um fundo a ser administrado pelo Banco Mundial (Bird) ou pela Unesco. Mais cedo no evento, o ex-primeiro-ministro do Reino Unido Gordon Brown discursou e defendeu a criação de um fundo público-privado para o ensino, principalmente das regiões mais pobres da África e da Ásia para investimentos em infraestrutura escolar, tecnologia e formação e treinamento de professores. A proposta está em análise pela Fundação Catar.
(Luciano Máximo | Valor)
O repórter viajou a convite da Fundação Catar.
Fonte:

Postar um comentário

0 Comentários