"A liberdade de imprensa é a permissão de qualquer aleijado bater-se com um professor de esgrima." (Luís da Câmara Cascudo)

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Toda a Líbia será liberada em 72 horas, diz enviado da ONU



NOVA YORK (Reuters) – O complexo de edifícios de Bab al-Aziziya, quartel-general do líder líbio, Muammar Gaddafi, está totalmente sob controle dos combatentes da oposição e o país estará liberado dentro de 72 horas, disse nesta terça-feira o enviado da ONU à Líbia, Ibrahim Dabbashi.
O reduto de Gaddafi em Trípoli está “totalmente em mãos dos revolucionários”, afirmou Dabbashi, figura central no movimento oposicionista líbio, na missão da ONU em Nova York. Ele fez as declarações pouco depois de os insurgentes terem entrado no QG de Gaddafi.
Dizendo que o governo líbio “já caiu”, ele previu que Sirte, cidade-natal de Gaddafi, iria ser tomada nas próximas 48 horas e o país inteiro estaria sob controle dos rebeldes no prazo de três dias.
“Esperamos que a Líbia esteja totalmente liberada e totalmente calma e pacífica nas próximas 72 horas”, disse ele a repórteres, dois dias depois de os insurgentes terem chegado à capital, após seis meses de levante.
Segundo Dabbashi, Gaddafi e outras altas autoridades estão provavelmente espalhados por casas de Trípoli, embora também possam estar em um abrigo subterrâneo.
“Vamos começar em breve a procurá-los e esperamos que todos eles sejam capturados logo”, declarou.
A oposição iria discutir com o Tribunal Penal Internacional, em Haia, as acusações que serão formuladas contra Gaddafi, seu filho Saif al-Islam e seu chefe de inteligência, mas gostaria de levá-los a julgamento na Líbia, como criminosos de guerra.
Reuters

0 comentários:

Postar um comentário