Subcidadania: a exclusão social no Brasil

              No início do século XXI, o Brasil é um dos campeões mundiais da desigualdade social.
              Democrática na aparência, a sociedade brasileira ainda é essencialmente cruel e autoritária. Nosso conceito de democracia é extremamente limitado, restrito principalmente ao plano jurídico, expressando-se em frases pomposas, como todos são iguais perante a lei ou todo cidadão tem direito ao voto.
              No fundo, a democracia não chegou à vida cotidiana da população . Não democratizamos o acesso ao saber, à riqueza, à saúde, às condições materiais mínimas para uma vida digna.
                Vivemos, na prática, um grande apartheid social. De um lado, uma elite ostentando um padrão de vida de primeiro mundo e usufruindo os direitos democráticos. Do outro, uma enorme massa de subcidadãos subnutridos.

Postar um comentário

0 Comentários