FMI reduz projeção de crescimento da economia brasileira

         O FMI (Fundo Monetário Internacional) revisou para baixo a projeção de crescimento da economia brasileira para este ano. A previsão do fundo em abril era de 4,5% de crescimento do PIB e foi revisada para 4,1%.
           No ano passado, o PIB do Brasil cresceu 7,5%. Para o ano que vem, a projeção do Fundo caiu em 0,5 ponto, para 3,6% de crescimento econômico. Apesar de estimar uma desaceleração econômica brasileira, o Fundo alerta para sinais de superaquecimento econômico nos países emergentes. A previsão de crescimento da economia mundial foi reduzida em apenas 0,1 ponto para 4,3%, apesar de o Fundo reconhecer que ainda existem "desequilíbrios" no cenário internacional".As projeções apontam para uma desaceleração da atividade global no segundo trimestre de 2011 e retomada no segundo trimestre do ano.

         Mas a atividade continua desequilibrada em razão da intensificação dos riscos", diz o relatório de projeções da economia global. O diretor de assuntos fiscais do FMI, Carlo Cottarelli, elogiou a ação do Brasil de aumentar os gastos durante a crise e de retomar os cortes das despesas quando a economia voltou a crescer. Segundo o diretor, a política fiscal mais apertada ajuda no controle da inflação.

         O Fundo defende, ainda, a redução dos empréstimos ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), que ele admite já está sendo feito.



Postar um comentário

0 Comentários