Definido em leilão na Bovespa consórcio responsável pelas obras do aeroporto de São Gonçalo do Amarante/RN

Hoje pela manhã foi realizado aquele que foi o primeiro leilão para a construção de um aeroporto no Brasil. O Consórcio vencedor  do Aeroporto da Cidade de São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal, foi o Inframérica, consórcio  formado pelo grupo Engevix e pela empresa argentina Corporación America, que deve investir, até a Copa do Mundo de 2014, cerca de R$ 370 milhões na construção do terminal. Esse valor chegará a R$ 650 milhões na segunda etapa da obra. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deve financiar 70% desses valores.

O Terminal faz parte de uma série de obras previstas para serem realizadas na região metropolitana de Natal tendo em vista a Copa do Mundo de 2014.

Após 87 lances, o consórcio ganhou, na manhã de hoje (22), o leilão que ocorreu na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), com a proposta de R$ 170 milhões. A oferta representou um ágio de 228,82% sobre o preço mínimo estipulado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), de R$ 51,7 milhões. O consórcio é formado pela construtora Engevix do Brasil e pela empresa argentina especializada em administração de aeroportos Corporación América. O consórcio terá 25 anos para explorar a concessão, com possibilidade de renovação por cinco anos.

O contrato de concessão do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante é de 28 anos, mas três anos serão apenas para a construção dos terminais de passageiros. O pagamento poderá ser feito parceladamente, durante os 25 anos de concessão. A iniciativa privada deve realizar um investimento de R$ 650 milhões. A previsão de movimento no aeroporto estimada pelo governo é de 3 milhões de passageiros em 2014; 4,7 milhões, em 2020; e 7,9 milhões, em 2030.


Com agência Brasil 

Postar um comentário

0 Comentários