Amigo é a família que a gente escolhe: Cumplicidade e confiança constroem relação



Próximo ao Dia do Amigo, o psicólogo e escritor Alexandre Bez ressalta o valor de uma amizade verdadeira
Descrição: cid:image003.jpg@01CD6016.FDD6EB40
                                            Foto internet

Durante nossa vida somos agraciados com uma série de experiências e aprendizados que contribuem para nossa formação. Dentre elas a amizade é uma das mais importantes, que nos acompanha durante toda nossa existência. Para muitos solteiros ou pessoas que não tem família, os amigos preenchem as lacunas afetivas que permanecem vazias. Normalmente essa é a primeira relação que nasce de forma independente aos laços familiares. Já desde a infância a criança começa a ter as primeiras noções de união e afinidade, ainda na escola, mas é na adolescência que essas alianças passam a fazer diferença. Nessa fase o individuo começa a vivenciar experiências que podem ser responsáveis pela sua formação de caráter e já tem maturidade para entender quais são os fatores que regem esse relacionamento, em que se compartilha lealdade, proteção e carinho mútuo por dividir momentos e acontecimentos pessoais. Essa relação tem a função de acrescentar valores ao outro e sentimentos verdadeiros.

Entretanto, da mesma maneira que a amizade motiva, cria, constrói  e estabelece relações profundas e sinceras, é preciso ter cuidado e estar atento para não entrar num relacionamento com valores contrários, que escondem interesse, ganância, falsidade, mentira e dissimulação. Esses são alguns dos ingredientes que constituem a personalidade das falsas amizades. Nos dias atuais, muitas pessoas se aproveitam de um “amigo” pensando apenas em seus próprios desejos e aspirações. Esses indivíduos acabam se aproximando apenas para se autopromover à custa dos outros e sugar as energias boas, indicando uma manifestação invejosa. Por isso, é considerável prestarmos mais atenção com quem nos envolvemos e dividimos nossas particularidades, pois, às vezes, aqueles que tentam ajudar muito estão mais interessados em nos derrubar.

Logo, vale passar o Dia do Amigo ao lado de seus companheiros de todos os momentos, pois os verdadeiros parceiros possuem valor incalculável em nossas vidas. É neles que devemos confiar e partilhar nossas alegrias e tristezas. A amizade pode ter surgido pelo instinto de sobrevivência, pela necessidade de proteger e ser protegido, mas hoje mais do que nunca sabemos que é impossível viver sem ela, afinal, “amigo é a família que a gente escolhe”.


Descrição: cid:image004.jpg@01CD6016.FDD6EB40  Alexandre Bez, Psicólogo especializado em Relacionamento pela Universidade de Miami e Síndrome do Pânico pela Universidade da Califórnia – UCLA, autor do romance psicológico INVEJA – O Inimigo Oculto (Editora Juruá).

Esta nota é um pedido de Ana Carolina de Freitas - Assessoria Márcia Stival

Postar um comentário

0 Comentários