Fascistas gregos na prisão

Na Grécia os Líderes do partido totalitário Aurora Dourada foram presos depois que causou comoção o assassinato de um militante de esquerda a facadas por um membro do partido.

O líder do partido neonazi grego Aurora Dourada, Nikolaos Michaloliakos, e pelo menos mais nove partidários, vão comparecer em tribunal já na próxima terça-feira.

Os membros da extrema-direita foram detidos pela polícia, este fim de semana, pelo envolvimento na morte do cantor de hip hop e ativista de esquerda, Pavlos Fyssas. Pesam ainda, sobre eles, suspeitas de crime organizado. 

No total, as autoridades emitiram 38 mandados de detenção contra a cúpula do Aurora Dourada, incluindo seis deputados.

Nas ruas, os gregos estão satisfeitos com as detenções e esperam que a justiça funcione.

"Temos de ter, finalmente, paz neste país. Isso não é possível enquanto, de vez enquando, quadrilhas andam por aí a matar, sequestrar e a criar agitação social. Na Grécia, em Atenas e no geral, as populações são boas pessoas," esclarece este reformado. 

Outra grega afirma estar "muito satisfeita e espero que levemos isto até ao fim pois há ainda um longo caminho a percorrer. O governo deve agir de imediato para acabar com este problema de uma vez por todas!"

"Hegel observa em uma de suas obras que todos os fatos e personagens de grande importância na história do mundo ocorrem, por assim dizer, duas vezes. E esqueceu-se de acrescentar: a primeira vez como tragédia, a segunda como farsa". (Marx - 18 Brumário de Luis Bonaparte).

O Aurora Dourada por ser a intolerância em um momento de grave crise econômica em um País e ter certo prestígio eleitoral na Grécia se assemelha aos NAZIS Alemães, mas parece-se mais com um idolatrismo sem escrúpulos. 

Com Euro News

Postar um comentário

0 Comentários