Reino Unido tem bomba relógio de 1.430.000.000.000 libras

É esse o valor total da dívida privada, uma média de 54 mil libras (64.500 euros) por família: O valor duplicou numa década, apesar das taxas de juros baixas. Estudo aponta para o perigo de milhares de pessoas perderem a capacidade de pagar as prestações das casas.
Subida das taxas de juro pode ser desastrosa. Foto de Clayton Perry Photoworks
O Centro para a Justiça Social do Reino Unido revelou que mais de 5000 britânicos estão a perder as casas anualmente por deixarem de ter capacidade de pagar as prestações. O estudo mostra que apesar do regresso ao crescimento económico, a dívida das famílias no país totaliza 1,43 bilhão de libras (1,70 bilhão de euros). A média da dívida por lar é de 54 mil libras (64.500 euros), o que representa quase o dobro de há dez anos.
A dívida privada total já representa 94% do Produto Nacional Bruto do país, a segunda maior dos países da Europa, só superada (em percentagem do PNB) pela da Irlanda. O estudo mostra grande preocupação porque mesmo com as taxas de juros a níveis excecionalmente baixos, menos dívida foi paga que em países como os Estados Unidos. Por outras palavras, a bolha pode estourar.
O estudo do CSJ diz que 26 mil famílias já foram classificadas sem-abrigo pelas autoridades locais, um número que pode multiplicar-se se as taxas de juros aumentarem. O CSJ calcula que 3,9 milhões de famílias não têm poupança suficiente para pagar a renda de casa ou a prestação por mais de um mês.

Postar um comentário

0 Comentários