Concurso da Polícia Civil será lançado em abril com 403 vagas, afirma delegada-geral


Portal da Tropical - O edital para o concurso da Polícia Civil deve ser lançado em abril deste ano, com 403 vagas. A informação foi divulgada pela delegada-geral, Ana Cláudia Saraiva Gomes, em entrevista à TV Tropical nesta quinta-feira (30). O certame, como dito por ela, é esperado desde 2015, quando foi feito o primeiro levantamento de quantos postos precisavam ser ocupados para suprir o déficit de efetivo.
"De lá para cá, muitos policias civis faleceram ou se aposentaram, então surgiram novas vagas, e nós atualizamos esses números”, explicou Ana Cláudia. Com o mais recente cálculo, o processo seletivo contará com 403 vagas no total, sendo 307 destinadas a agentes, 63 a delegados e 33 a escrivães.
Com o concurso, a delegada-geral ressaltou que o número de efetivo terá um aumento, mas ainda não poderá ser visto como suficiente para corresponder à alta demanda do Rio Grande do Norte. “A questão é que, em razão da situação financeira estadual, existe um parecer do Tribunal de Contas do RN (TCE) determinando que o Estado só pode contratar para reposição em caso de vagas desocupadas por falecimento e/ou aposentadoria”, disse.
Segundo Ana Cláudia, a Polícia Civil pretende trabalhar com um cadastro de reservas. “A lei complementar n° 270, que é o Estatuto da Polícia Civil, estabelece que deverão ser chamados para o curso de formação um quantitativo de candidatos que represente até três vezes o número das vagas existentes. Então nós iremos constituir esse cadastro de reserva, até porque nós temos um déficit de efetivo considerável”, garantiu.
Ela explicou ainda que, de acordo com o edital, o cronograma do concurso seguirá de modo que, a partir do segundo semestre deste ano, já sejam realizados sucessivos cursos de formação. “A ideia é que no início de 2021 já tenhamos turmas formadas para que possamos contratar. Essa questão do efetivo é algo que, de fato, nos preocupa muito, inclusive em razão da reforma da previdência que está prevista. Hoje nós temos mais de 100 policiais aptos à aposentadoria, somando agentes homens e mulheres. Então realmente é uma necessidade muito grande”.

Postar um comentário

0 Comentários