Blocos de rua fazem farra com dinheiro público de Caicó



Foi-se o tempo em que o Carnaval era uma festa popular e em que os Blocos eram organizados por seus próprios membros para que pudessem sair às ruas. Com o advento do populismo na vida pública nacional as festas carnavalescas passaram a ser bancadas com dinheiro público.

Consultando mais uma vez o Portal da Transparência da Prefeitura Municipal de Caicó pude constatar que Blocos da cidade receberam vultuosas quantias em claro desperdício de dinheiro público num município com uma capacidade de investimentos muito baixa e com problemas estruturais gravíssimos, dentre eles o da falta de saneamento básico, como fora narrado na matéria anterior.




Entre repasses feitos pelo município e emendas destinadas por vereadores, um bloco chegou a receber mais de 80 mil reais. As emendas parlamentares são aberrações do orçamento federal e que passaram a existir até em municípios, com elas os parlamentares colocam a rubrica em dinheiro do orçamento dos entes administrativos, arrecadação dos tributos pagos pela população para uso personalístico.




Esse dinheiro desperdiçado com caminhões eletrônicos, se bem empregado daria para alfabetizar a população de analfabetos do município e também para reintroduzir a cultura do algodão, através da Embrapa, dentre as atividades econômicas da cidade. Vale lembrar que até a década de 1980 o seridó era a regiaõ de mais alta renda do Estado do Rio Grande do Norte e hoje é uma aréa em franca decadência.

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Eles não estão em desvio de finalidade pois é para cultura , acontece que caicó tem outras necessidades basicas , a maioria dos bairros não tem saneamento basico .

    ResponderExcluir