Prefeitura de Caicó gasta mais com blocos de carnaval do que com o plano de Saneamento Básico



De acordo com o Portal da Transparência do Município de Caicó os gastos da Prefeitura com Blocos de Carnaval ultrapassam os 100 mil reais. Isso implica que o evento torna-se estatal, a Prefeitura desperdiça recursos públicos com caminhões a correr pelas ruas sujas e esburacadas ao invés de investir, por exemplo, na transferência da Biblioteca Pública para o prédio da antiga Prefeitura, os gastos do Município com a Manutenção da Biblioteca foi de apenas R$ 30.000,00 (trinta mil reais). A prefeitura gastou em três blocos, Treme-Treme, Canguru e Furiosa valores superiores aos 30 mil da manutenção da Biblioteca, conforme listado abaixo.

Na mesma linha de "prioridades"  a despesa com a Implementação do Plano Municipal  de Saneamento Básico, o pior de todos os problemas da cidade foi de apenas R$ 20 mil reais. O Plano municipal de saneamento deve ser elaborado pelas prefeituras de todos os municípios do país e aprovado pelo Governo Federal para que elas possam receber verbas para obras de saneamento, além disso, o PMSB abrange quatro áreas: serviços de água, esgotos, resíduos sólidos e drenagem das águas pluviais urbanas. O valor Fixado na categoria despesa com Saneamento Básica é de 180 mil reais, os créditos disponíveis constam de 40 mil reais.

Veja o total de valores fixados e alguns deles já pagos de forma integral para blocos:

Bloco do Magão: R$ 16.000,00  - Link
Orquestra Furiosa - R$ 44.433,53 - Link
Bloco Canguru - R$ 38.000,00 - Link
Treme-Treme - R$ 31.500,00 - Link

Outras demonstrações de valores fixados disponíveis no Portal da Transparência chamam a atenção: o apoio à Cultura foi de 5 mil reais; a aquisição de mobiliário para a educação infantil apenas 21 mil reais; gastos com reforma de açudes 35 mil reais; casa do estudante recebeu 8 mil reais; Plano de mobilidade urbana 21 mil reais; formação de pessoal da rede municipal de ensino recebeu 17 mil reais.


Postar um comentário

0 Comentários