Piora a educação no Rio Grande do Norte

          A qualidade do ensino público piora no Rio Grande do Norte, os dados constam do levantamento feito pelo Instituto Nacional de estudos e pesquisas educacionais (inep).
           De acordo com o levantamento 18,3% dos alunos matriculados nas escolas públicas da rede estadual de ensino são reprovados, mostraram também a grande diferença se compararmos a qualidade da rede básica com a rede particular de ensino, na escola pública o índice de reprovação é de apenas 4,5%.
             Entre os estados do Nordeste, o Rio Grande do Norte aparece em 3º lugar no ranking de reprovação no que diz respeito aos colégios da rede estadual. O menoríndice é o do Maranhão (10%), e o maior de Sergipe (23,5%), que também amarga o pior percentual do país.
      A secretária de educação do estado Betânia Ramalho vê a explicação para esses índices na passagem do 5º para o 6º ano do ensino fundamental.  "Com a mudança no sistema pedagógico, há uma dificuldade de acompanhamento, readaptação ao método de ensino. Sai a figura do professor polivalente, entra o professor por área de conhecimento. E, com a fragilidade na base do sistema, torna-se frágil sua continuidade", analisou.
         Para completar a situação as escolas públicas encontran-se paradas a quase um mês devido a uma greve dos professores, por incompetência do governo que não sabe valorizar os educadores. Um educador ganha um salário miserável enquanto que os deputados sempre fazem questão de aumentar seus próprios salários.

confiras os dados:http://portal.inep.gov.br

Postar um comentário

0 Comentários