Conflitos tribais eclodem no Sudão do Sul

EPA
O país mais jovem do continente africano enfrenta velhos problemas. a herança da colonização europeia que desorganizou o espaço existente e colocou diferentes grupos étnicos em um mesmo estado. No Sudão do Sul cerca de 60 membros de tribos rivais foram mortos em disputas envolvendo a posse de Gado.

Cinquenta e oito corpos foram encontrados em dois locais separados, disse  um porta-voz das Nações Unidas  à Reuters no sábado. As mortes foram creditadas como sendo o resultado de confrontos que eclodiram na quinta-feira entre o Murle Lou Nuer e tribos na Bier sub-condado do estado de Jonglei, de acordo com a ONU e funcionários do governo do Sudão do Sul.

O governo acusa a parte norte de armar tribos rivais  e provocar a revolta para desestabilizar o jovem país e manter o controle do seu petróleo. Cartum nega a acusação.

 Entre janeiro e o final de junho, 2368 pessoas foram mortas em 330 incidentes violentos em todo o sul do Sudão, segundo dados da ONU divulgado em julho.

Postar um comentário

0 Comentários