Comissão da Lei da Copa tem maioria de deputados próximos a Teixeira

A Comissão Especial da Câmara que vai analisar a Lei Geral da Copa é composta por quatro deputados que têm ligações com Ricardo Teixeira, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Somente o deputado Édio Lopes (PMDB-RR) não possui envolvimento com o cartola. O grupo foi instalado na última semana  e poderá propor emendas ao PL da Copa.

O presidente da Comissão é o deputado Renan Filho (PMDB-AL). Seu pai é o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que recebeu R$ 100 mil da CBF para sua campanha ao Senado.

Já o relator é o deputado Vicente Cândido (PT-SP), que é vice-presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF). Vicente também possui um escritório de advocacia em sociedade com o presidente da FPF, Marco Polo Del Nero, aliado político de Teixeira.

Os outros dois deputados do grupo são José Rocha (PR-BA) – que também recebeu doações da CBF para campanhas eleitorais – e Rui Palmeira (PSDB-AL) – ex-funcionário do gabinete do senador Renan Calheiros.

A próxima reunião da Comissão da Lei Geral da Copa será na próxima semana. A Lei possui polêmicas, como respeitar a meia-entrada a estudantes e idosos, ponto que a Federação Internacional de Futebol (Fifa) discorda.

Vivian Fernandes

Postar um comentário

0 Comentários