Crise alimentar pode por em risco a vida de mais de 18 milhões de pessoas no Sahel



Uma crise alimentar pode afetar milhões de pessoas que vivem no Sahel, Região do Continente africano que compreende o sul da Mauritânia, Mali, Ní­ger, Senegal e Chade com uma população de mais de 32 milhões de pessoas, na maioria de raça negra, e com mais de 15 grupos étnicos diferentes que superam 1 milhão de habitantes cada um. O Sahel é considerada pela ONU uma das regiões mais pobres do planeta.

A seca, o preço elevados dos alimentos, deslocamento e pobreza crônica põe em risco a vida de mais de 18 milhões de pessoas. A seca que atinge a região ente ano reduziu a produção de alimentos. A situação é agravada pelos altos preços dos alimentos e uma redução nas remessas devido à crise econômica mundial eo retorno de migrantes provenientes da Líbia. A deterioração da segurança em áreas do norte do Sahel está agravando ainda mais a situação.

Para fazer sua doação clique sobre este banner - Campanha do Programa alimentar Mundial.
Hunger Crisis in the Sahel

Postar um comentário

0 Comentários