Banditismo de Estado expulsa ocupantes do parque do Cocó em Fortaleza

Em Fortaleza a Guarda Municipal expulsou na madrugada de ontem, Quinta-feira (08) os manifestantes que ocupavam o Parque Ecológico do Cocó na tentativa de evitar a derrubada de parte do parque para a Construção de viaduto e edifícios. Na invasão as árvores previstas já foram derrubadas.
A Guarda Municipal entrou nas barracas das pessoas acampadas no Parque do Cocó usando spray de pimenta e armas de choque. A derrubada das árvores começou de madrugada | Foto: Francisco Fontenele
Foto: O Povo

Uma ação de puro banditismo estatal, segundo o Jornal O Povo, de Fortaleza, a Guarda expulsou quem estava dormindo usando spray de pimenta e armas de choque.

 

A Justiça do Ceará suspendeu a Construção do viaduto depois de o MPF ingressar com uma ação alegando ter havido abuso de poder na ação da Guarda Municipal.

O Estado atropelou a cidadania em nome do lucro de empreiteiras e da indústria sob o falso pretexto de necessidade de desengarrafar ou fazer o trânsito fluir mais livremente. Ora, seguindo essa lógica jamais será possível transitar livremente nas cidades, quanto mais vias mais carros. O Brasil prossegue sendo uma mula do Capital e não segue o exemplo de vizinhos como a Bolívia e o Equador, agride os indígenas, destrói nossas florestas em favorecimento do agronegócio exportador e nos mantêm cada vez mas como curral americano.

Não basta não se levantar da cadeira, tem que lutar por uma consciência de mundo nova, humana e ecológica.

Postar um comentário

0 Comentários