Porque a crise nos Estados Unidos está pior, em 19 dados

A crise financeira que começou no ano 2008, com a falência do Lehman Brothers e a queda do setor hipotecário dos Estados Unidos, lançou a economia mundial em recessão e os seus efeitos continuam a sentir-se até hoje. O blogue financeiro Zero Hedge expôs 19 dados que mostram que a economia norte-americana continua "doente":

1. Com o ajustamento da inflação o rendimento médio de uma família norte-americana é agora 8% por cento menor do que no ano 2007.

2. O número de empregados que trabalham a meio tempo aumentou 54%. Ao contrário, os trabalhadores a tempo completo são menos um milhão que antes da crise.

3. Trabalhar a meio tempo não é uma opção escolhida pelos cidadãos. Mais de 7 milhões de norte-americanos que trabalham assim desejavam encontrar um emprego a tempo completo.

4. Na maioria dos postos de trabalho criados durante a recuperação paga-se 23% menos que antes da crise.

5. O número de desempregados que já não têm esperança de encontrar um novo trabalho duplicou em comparação com os dados de dezembro de 2007.

6. No início da crise só 17% dos desempregados não foram capazes de encontrar trabalho num prazo de 6 meses. Agora este número é superior a 34%.

7. Devido à carência de postos do trabalho, quase metade dos licenciados dependem economicamente dos seus pais, dois anos depois de terminarem os estudos.

8. No estado da Califórnia um quarto da população é pobre, de acordo com os cálculos do Departamento do Censo dos EUA.

9. As condições de vida de uma "casa típica americana" são agora 36% piores do que eram há uma década, segundo o “The New York Times”.

10. Aumenta a desigualdade. Assim, em 2007 uma família "média" da lista Top-5 era 16% mais rica que as demais. Agora é 24%.

11. O número de pequenos negócios está no mínimo histórico.

12. 31% de todos os empréstimos para comprar um automóvel nos EUA são os créditos 'subprime' (de alto risco). Em 2007 o sector hipotecário que causou a crise tinha a mesma situação.

13. O preço do custo do petróleo de xisto betuminoso é de 85 dólares por barril. O preço do petróleo no mercado, que já caiu 30%, poderá acabar com o boom deste tipo de petróleo nos EUA.

14. Em paridade do poder de compra, a China já ultrapassou os EUA como maior economia do mundo.

15. 49 milhões de norte-americanos não têm segurança alimentar.

16. Os quatro maiores bancos dos EUA representam uma quantidade desproporcionada do risco derivado do sistema financeiro.

17. Os gerentes da Reserva Federal têm um salário médio de 246.500 dólares anuais.

18. Em 2014, a dívida pública norte-americana aumentou em um bilião (um milhão de milhões) de dólares.

19. Nas suas férias o presidente Obama e a sua família gastaram 40 milhões de dólares.

Fonte e dados: Zero Hedge

Publicado por Marco Antonio Moreno em Jaque al Neoliberalismo

Postar um comentário

0 Comentários