Por que o Brasil tem polícia militar?




Porque é atrasado.



Mas não há motivos para o Brasil ter uma polícia militar, desde o Século XIX o país tem exército; podendo ser, inclusive, que a origem das PM´s esteja aí.  O exército sempre foi muito organizado e fechado, já as polícias ficavam sob a tutela dos coronéis políticos e a hierarquia similar à do exército serviria para manter o costume autoritário brasileiro e evitar "prejuízos" com atos "subversivos" por parte dos soldados, como melhorias salariais.

Hoje a questão da Polícia Militar ou da desmilitarização fica presa a uma disputa imbecilizante esquerda x direita: "fim da PM é coisa de comunista", se sou de esquerda sou a favor, se de direita sou contra; o que acham da reação de um partido de direita da Inglaterra diante da sugestão da instituição de uma PM naquele país, ah, mas não se pode comparar o Brasil com a Inglaterra, e se tivesse pena de morte lá (abolida para assassinatos em 1998)?. Raramente aparece como deveria, como um avanço e modernização do Estado e, consequentemente, da sociedade brasileira.

Geralmente os "representantes" da "categoria" são pessoas de mando na corporação e quase sempre se posicionam a favor da manutenção da estrutura militar (falando do policial de forma homogênea, vitimado, desrespeitado, bem, à la brasileira), tratam como uma desfiguração da corporação, e também, evidentemente se trata de uma perda de poder, o que ninguém gosta.


Postar um comentário

0 Comentários