Metade da população do RN é considerada sem instrução ou apenas tem ensino fundamental incompleto

Os dados do censo 2010 no Rio Grande do Norte na análise da educação do Estado revela que praticamente metade  da população do estado se encaixa no quadro daqueles qualificados como sem instrução ou apenas com o ensino fundamental incompleto. No total de 1.504.033 pessoas vivenda nessa condição.

O números de diplomados em nível superior é muito pequeno. apenas 158.057 habitantes tem este nível de instrução.


SI e FI: Pessoas sem instrução ou Fundamental incompleto
FC e MI: Pessoas com fundamental completo e médio incompleto 
MC e SI: Pessoas com ensino médio completo e Superior incompleto
SC: Pessoas com ensino superior completo.

Dados: IBGE, Censo Demográfico 2010.


O que mais preocupa nesses dados é a número de pessoas sem instrução ou com ensino fundamental incompleto, o que mostra a urgência com que devem ser criadas e efetivadas políticas públicas voltadas para a educação, isso consiste em criar uma infraestrutura das escolas, qualificar, pagar salários dignos e contratar novos professores, estimular a docência. E parar de investir em publicidade na TV.

Taxa de alfabetização no Brasil é desigual entre negros e brancos


Levando-se em conta o cenário nacional segundo os dados, a taxa de analfabetismo entre pessoas pretas ou pardas de 15 ou mais anos de idade era de 14,4% e 13,0%, respectivamente, contra 5,9% dos brancos.

Essa diferença se acentua em municípios de menor porte. O analfabetismo na população preta de 15 anos ou mais chega a 27,1% nos municípios com até 5.000 habitantes e a 28,3% nas cidades entre 5.001 e 20.000 habitantes, caindo para 24,7% nos municípios entre 20.001 e 50.000 habitantes.

Entre os pardos, a taxa de analfabetismo variou de 20,0% a 22,1% na faixa que vai dos municípios com até 5.000 habitantes até os com até 50.000 habitantes.

Dados que mostram a necessidade de políticas afirmativas

Postar um comentário

0 Comentários